Cantadas de pedreiro por Tio Dino | Entrevero na Web

15 de dez de 2010

Cantadas de pedreiro por Tio Dino


Hoje quero tomar uma sopa de letrinhas e beber até vomitar “EU TE AMO”.

Se faz de Sedex e se entrega rapidinho pra mim.

Você me faz tanta falta que já tô te chamando de 13º salário.

Sou portador de necessidades especiais: você.

No exercício da paixão, só carrego um peso: te amar.

Esse romance é puro Facebook. Deixa eu te cutucar, aposto que vai curtir.

Me chama de movimento social que eu faço ONG, ONG, ONG debaixo do cobertor com você. SUA LINDA.

O Twitter me sugeriu seguir “Meu Coração”. Adivinha onde fui parar? No teu perfil.

Se te amar foi um erro, então pode me chamar de Enem.

Nossa história daria um livro. Posso começar com a introdução?

Às vezes acho que você pensa que meu amor é conveniado pelo SUS. Pra ficar tanto tempo te esperando.

Acabo de chegar do neurocirurgião com o diagnóstico: impossível tirar você da minha cabeça.

Se te amar for pecado, vou pro inferno fazendo serenata.

No açougue, perguntei pra atendente: – Você tem coração? – Tenho – Então entrega ele pra mim.

Te arrastei pra pasta “Saudade” e agora você não me sai da memória. SUA LINDA.

Tu mora há tanto tempo no meu peito, que meu coração já é seu por usucapião.

Vamos fazer política corpo a corpo. Na boca de urna te faço votos de amor e você clica CONFIRMA.

Meu amor por você é tipo aramaico: FODA DE TRADUZIR.

Cadê vez que sua janelinha do MSN sobe, a vontade é de pular pra dentro dela.

Se o amor fosse um buffet, eu só ia querer comer aquilo que você já sabe.

Pega aqui na minha luneta e vem ver o meteoro da paixão chegando.

Quando me perdi nos teus beijos, o GPS do amor só indicava um sentido: teu coração.

“Quando Deus te desenhou / Ele fez curso técnico pelo SENAI…”. SUA LINDA.

Queria que meu amor fosse estrangeiro, que daí no cartão da paixão ia tá escrito “Me USA”.

Só compreendi o significado de “pra sempre” em duas ocasiões: quando financiei a casa e quando te conheci.

No currículo da paixão botei em habilidade “QUERER”, na pretensão “CONQUISTAR” e em objetivos “O TEU AMOR”.

Gata, meu amor já é doença e se trata de AVC… AVC aqui! SUA LINDA.

Você já conhece e segue o perfil do @tiodino no Twitter? Ainda não? Então corre lá e clica em follow! Diversão garantida.